A Proteção Que Você Merece

Notícias

Hospital São Francisco realiza campanha sobre cirurgia segura

Equipe multidisciplinar do hospital se engaja no projeto de segurança e qualidade no ambiente hospitalar

13/06/2014

 

Entre os dia 9 e 18 de junho, o Hospital São Francisco de Ribeirão Preto (SP) realiza a campanha “Eu faço cirurgia segura. Eu salvo vidas”. A iniciativa é das gerências médica, enfermagem, operações e melhoria contínua com o objetivo de discutir sobre as ações que ajudam a aumentar a segurança do paciente nos procedimentos cirúrgicos.

O Hospital São Francisco segue com o programa de cirurgia segura - criado pela Organização Mundial da Saúde e referendado pelo Ministério da Saúde - que visa melhorar a qualidade e segurança da assistência nos serviços de saúde nacionais. O hospital tem conquistado um resultado bastante positivo, que garante não apenas a segurança do paciente, mas a dos profissionais de saúde no ambiente hospitalar.

“Foi criado o Protocolo de Cirurgia Segura, que compreende a utilização de uma lista de averiguação (“check-list”) que confere as várias etapas do período perioperatório – antes, durante e depois da cirurgia. Queremos evitar eventos adversos que possam levar a complicações, desde as infecciosas até o aumento do período de internação e mesmo o óbito”, diz a gerente médica do hospital, Dra. Sílvia Fonseca.

Segundo ela, garantir a segurança é garantir a qualidade do serviço. O uso do check-list promove mudanças no sistema e no comportamento de todo o time cirúrgico. Para envolver esses personagens fundamentais no processo, o hospital realiza a campanha “Eu faço cirurgia segura. Eu salvo vidas”. O objetivo é investir na disseminação de informações e no estreitamento de laços com os médicos e demais profissionais da saúde.

“A campanha é bem dinâmica, com a gravação de vídeos com declaração dos profissionais da saúde sobre a cirurgia segura, entrega de brindes e discussão sobre o tema. A equipe está muito animada e comprometida, afinal, nosso programa propõe monitoramento e controle dos resultados obtidos para promover a melhoria contínua dos processos envolvidos no período perioperatório do paciente”, finaliza Dra. Silvia.

Aliança Mundial para Segurança do Paciente
Em todo o mundo, vários projetos foram criados ao longo dos anos para aumentar a segurança e diminuir a morbidade e a mortalidade dos pacientes cirúrgicos. O protocolo de cirurgia segura foi criado com base na Lista de Verificação de Segurança Cirúrgica proposta pela OMS, dentro do segundo desafio global para a segurança do paciente, com a proposta de reduzir complicações nos cuidados cirúrgicos que são causas de morte e invalidez em todo o mundo. A eficácia do check-list é inegável: pode reduzir as complicações perioperatórias (que ocorrem durante e depois da operação) e a mortalidade decorrente de complicações da cirurgia.

Galeria de Imagens

Voltar